gazeta 177

Número 177| Abrir
Formação matemática de nadadores salvadores
Atractor 
Este é o primeiro de dois artigos dedicados ao Ano Mundial da Luz....    (ver mais)
Luz
Jorge Nuno Silva 
Os espelhos podem surpreender-nos. Por jogo de espelhos entende-se muitas vezes um processo enganoso, em que o que parece nem sempre é. Também as recreações matemáticas contam com vários quebra...    (ver mais)
As cores de Goethe
Nuno Camarneiro 
Goethe não era um grande cientista, mas era um observador minucioso, com uma acuidade sensorial que pôs ao serviço da poesia e da observação do mundo natural. Na obra A Teoria das Cores tentou, s...    (ver mais)
Jogos de cerco e fuga
Eduardo Marques de Sá 
Os problemas de perseguição e fuga são dos mais populares e estudados na teoria dos jogos, tendo o desenvolvimento intenso da sua análise sido, infelizmente, suscitado e pago pelos jogos de guerra. Perseguição, cerco, sítio, sequestro, às vezes sinónimos, foram e são m...    (ver mais)
A forma dos números
José Carlos Santos 
Qual é a origem da forma dos algarismos que usamos? Porque é que o zero se representa por 0, o um se representa por 1 e assim sucessivamente até ao nove?...    (ver mais)
Umberto Eco e a longitude
Nuno Camarneiro 
Uma viagem com Umberto Eco à procura da solução para o problema da longitude....    (ver mais)
Coelhos e lotarias
António Pereira Rosa 
Um problema de cálculo combinatório e probabilidades no 12.º ano leva-nos às lotarias, aos números de Fibonacci e, claro, ao triângulo de Pascal....    (ver mais)
Conversa com Charles Fefferman
Gonçalo Morais 
O Professor Charles Fefferman (ou Charlie como insiste em ser tratado) nasceu em 1949 em Washington D.C. e demonstrou desde cedo ser uma criança prodígio. Tendo começado a frequentar cursos universitários com 12 anos, formou-se em Matemática aos 17 anos e completou o doutora...    (ver mais)
Gazeta de Matemática - 75 anos
Graciano de Oliveira 
É conhecida, e muito citada, a frase do escritor F. Scott Fitzgerald “não há segundos actos na vida americana”. Como sucede com a maioria das sentenças com esta pretensão de abrangência, são muitos os exemplos na História americana que a contrariam. Em Portugal, seria...    (ver mais)